Mulheres fortes e exaustas!

Esse fim de ano de 2019 eu terminei exaustamente exausta, tanto mentalmente como meu corpo pedia através de dores e muito cansaço para que eu parasse de fazer coisas. Assim que acabei a tese, senti um peso em mim que já não dava mais para seguir sem falar sobre todo esse sentimento e cansaço queContinuar lendo Mulheres fortes e exaustas!

Chegou o grande dia! Defesa de TESE lute como uma gorda: gordofobia, resistências e ativismos.

Cheia de gratidão, alegria, esperança e luta que venho comunicar a vocês minha defesa da tese de doutorado do PPG Estudos de Cultura Contemporânea – ECCO na UFMT, orientada pela querida e imprescindível Prof.ª Dra. Juliana Abonizio, com a banca formada por mulheres especiais, das quais me orgulho muito por aceitarem fazer parte dessa pesquisaContinuar lendo “Chegou o grande dia! Defesa de TESE lute como uma gorda: gordofobia, resistências e ativismos.”

Como pode? Mulher gorda pode!

Há anos, já perdi a conta de quantos, venho experimentando uma exclusão sob a mirada vigilante e julgadora de pessoas dentro do meu convívio social. Um olhar diferenciado que me diz coisas, de repulsa, engano, reprovação, aversão, nojo, medo e muitos outros diversos sentimentos expressados, apenas com o afrontar através dos olhos e algumas vezesContinuar lendo “Como pode? Mulher gorda pode!”

CARTILHA: LUTE COMO UMA GORDA!

Nossa sonhada cartilha ficou pronta, com o apoio da sala da mulher, da Assembleia Legislativa e do Programa de Pós Graduação de Estudso de Cultura Contemporânea o ECCO e a Universidade Federal de Mato Grosso a UFMT conseguimos fazer esse material pedagógico informativo sobre gordofobia e temas importantes relacionados a essa discussão.