2ª Roda de Conversa: Gordofobia no Mercado de Trabalho

Nossa segunda Roda de Conversa foi muito potencia, lotamos, transbordamos, rimos, choramos, mas acima de tudo nos amamos. Porque é assim quando a gente se encontra, muitos afetos transbordam de tanta emoção de poder falar aquilo que nosso corpo sempre sentiu e era tabu falar sobre. Também foi legal ver muita gente que não é gorda, mas se interessou pelo tema. Gratidão define esse evento!

QUEM É A IDEALIZADORA DO LUTE COMO UMA GORDA?

Maria Luisa Jimenez Jimenez, tem 47 anos, nasceu em São Paulo na Bela Vista, filha de espanhóis de uma família de quatro meninas, quando volta as memórias de quem foi, parece que sempre esteve gorda e feminista. Estudou até a quinta série em colégio de freiras em Osasco, depois sempre estudou em escola pública, fezContinuar lendo “QUEM É A IDEALIZADORA DO LUTE COMO UMA GORDA?”

Corpos Femininos Dissidentes: Racismo e Gordofobia na sociedade do ódio imanente.

Corpos femininos dissidentes: Racismo e Gordofobia na sociedade do ódio imanente foi uma palestra que fizemos com a parceria do IMUNE Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso, juntas levantamos uma discussão importante sobre nós mulheres gordas e elas sobre o racismo, já que acreditamos que antes de qualquer assunto, devemos introduzir a discussão sobre o racismo estrutural no Brasil e depois passamos para o próximo tema. O evento aconteceu no Anfiteatro da Geografia no bloco do ICHS Instituto de Ciencias humanas e sociais na Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT e foi potencia total.

CARTILHA: LUTE COMO UMA GORDA!

Nossa sonhada cartilha ficou pronta, com o apoio da sala da mulher, da Assembleia Legislativa e do Programa de Pós Graduação de Estudso de Cultura Contemporânea o ECCO e a Universidade Federal de Mato Grosso a UFMT conseguimos fazer esse material pedagógico informativo sobre gordofobia e temas importantes relacionados a essa discussão.

ASSESSORIA NO ATENDIMENTO SEM GORDOFOBIA NAS LOJAS BEBEL

Vender roupas para corpos maiores não é o suficiente quando reconhecemos a gordofobia nesses espaços. Para o atendimento ao corpo gordo feminino, é necessário preparar sua equipe e promover conhecimento sobre mulheres gordas. Entendemos que esse corpo carrega muitos sofrimentos, humilhações, frustrações e memórias negativas na maioria das vezes em que entrou numa loja para comprar roupas. Nesse trabalho, assessoramento, com uma roda de conversa com a equipe das lojas Bebel, batemos um papo carinhoso e político para que além da oferta de roupas maiores, é importante entender também quese faça um atendimento personalizado cuidadoso e sem gordofobia com essas mulheres. Assim, estaremos mudando a maneira de tratamento sobre os corpos gordos femininos e dizendo NÃO A GORDOFOBIA nesse espaço.

NOSSA PRIMEIRA RODA DE CONVERSA “GORDOFOBIA:VOCÊ SABE REALMENTE O QUE É?”

        Nosso primeiro evento aconteceu dia 16 de março de 2019, sábado, no Metade Cheio Bar e Bistrô em Cuiabá. Conseguimos fazer nascer essa ideia junto a parceria e acolhimento carinhoso do pessoal do Metade Cheio que adorou e de cara aceitou o desafio. A gente amou, porque lá me sinto em casa! “Gordofobia: você sabeContinuar lendo “NOSSA PRIMEIRA RODA DE CONVERSA “GORDOFOBIA:VOCÊ SABE REALMENTE O QUE É?””

blog lute como uma gorda

“A beleza está envolta num imaginário/concepção de bom, saudável e saúde. Mesmo que o padrão do que é ter um corpo belo e saudável se modifique, características “positivas culturalmente” estiveram e estão ligadas a essa categoria; aos que são considerados feios, todas as características negativas como feio, sujo e doente estarão associadas…” Malu Jimenez SejamContinuar lendo “blog lute como uma gorda”

Introduce Yourself (Example Post)

This is an example post, originally published as part of Blogging University. Enroll in one of our ten programs, and start your blog right. You’re going to publish a post today. Don’t worry about how your blog looks. Don’t worry if you haven’t given it a name yet, or you’re feeling overwhelmed. Just click theContinuar lendo “Introduce Yourself (Example Post)”