VAI BRINCAR NO PARQUINHO

A carta que eu gostaria de ter lido aos 8 anos, antes de ler uma dieta maluca em um jornal velho


“Oi, sei que parece tarde para te dizer isso, mas só quero que saiba que você é uma criança linda e merece ser feliz.

Não há nada de errado com seu corpo, você pode correr, brincar e pular. Você não precisa ficar só do lado da professora no parque, você consegue ir na gangorra, no balanço e no gira-gira, você consegue muito mais do que você imagina, não acredite quando te dizem ao contrário.

Ei, larga esse jornal, não acredita nessa dieta maluca para emagrecer, você não precisa entrar nisso, você só tem 8 anos, sei que parece difícil agora, é difícil quando riem de você e dizem que você corre engraçado, é difícil ficar só jogando dama na aula de Educação Física e dizer para todo mundo que não gosta de esportes, enquanto você poderia estar no jogo de vôlei como todas as outras meninas.

Não acredita nessa nutricionista, não há nada de errado com seu corpo e você pode ser uma criança saudável mesmo não estando dentro do padrão. Alias, esquece esse padrão, porque daqui uns anos você vai entender que ele é irreal e mentiroso.

Você não precisa estudar tanto e tentar ser a menina mais inteligente entre suas amigas só para compensar o fato de ser gorda, você não está errada, você não precisa pedir desculpas por nada. Não ouça esses meninos idiotas, daqui a alguns anos você nem vai mais gostar deles, não permita que eles te digam que você não merece ser amada, ou que seu corpo é feio e você só serve para ser a amiga gorda confidente.

Não ouça sua avó, quando ela te diz para tomar cuidado que logo ficará gorda igual sua mãe, ela também é vítima, todas somos.

Você não precisa desejar ter o corpo da sua irmã, ela não é melhor do que você por ser magra, não caia nessa rivalidade. Seu corpo é tão bonito quanto o dela, seu corpo merece ser tratado com carinho, ele merece ser cuidado.

Para de andar de academia em academia, atividade física não serve só para isso, logo você vai encontrar seu esporte, não se maltrate tanto. Você não precisa pensar em emagrecimento o tempo todo.

Sabe aquele primeiro namoradinho que te traiu, você não mereceu isso, só por ser uma menina gorda, não tem nada a ver com você, então já sai dessa dieta aí, nem gaste seus papeis anotando tudo que você está comendo.

Eu te garanto, toda essa dor vai ser amenizada quando você entender que você é capaz de fazer qualquer coisa, com o corpo gordo que você tem, com o corpo gordo que você é. A sua caminhada vai fazer de você uma mulher espetacular. Por isso, eu só te digo uma coisa, sai do colo da professora e VAI BRINCAR NO PARQUINHO!”


Texto de Jaíne Dias

Eu sou Jaíne, sou uma mulher gorda e lésbica, formada em Pedagogia e estudante de Nutrição, sou criadora de conteúdo digital e é através do Instagram que faço minha militância antigordofobia e escrevo sobre alimentação, nutrição e atividade física para pessoas gordas, sem punição e emagrecimento, mostrando que nosso corpo é capaz de tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: